propicia convivência familiar e comunitária a crianças e adolescentes em acolhimento, com vínculos familiares fragilizados ou rompidos, que possuem chances remotas de adoção ou de reintegração familiar.


O PADRINHO OU MADRINHA, AO contribuir e MANTER UM VÍNCULO AFETIVO ESTÁVEL COM A CRIANÇA OU ADOLESCENTE, PROMOVE UM SENTIMENTO REPARADOR, TRAZIDO PELO CARINHO E PELO CUIDADO. A OPORTUNIDADE DE PARTICIPAÇÃO ATIVA NA COMUNIDADE É MARAVILHOSA, ALÉM DE UM DIREITO POR SI SÓ.

 
 

TRABALHAMOS PARA

ampliar a rede de apoio afetivo e comunitário das crianças e adolescentes; 

possibilitar experiências de convivência familiar para as crianças e adolescentes;

fortalecer o desenvolvimento integral das crianças e adolescentes e a construção de sua autonomia.

 

como acontece

Através da parceria com a Vara da Infância e Juventude, com serviços de acolhimento e com a comunidade, o programa traz para jovens acolhidos a oportunidade de um suporte afetivo para além daqueles construídos dentro da instituição, sentindo-se mais apoiados e fortalecidos para a construção de uma vida autônoma.

As crianças e adolescentes têm entre 7 e 17 anos de idade e perspectiva de longa permanência no serviço. Realizamos a seleção, qualificação e o acompanhamento de padrinhos e madrinhas afetivos no convívio com as crianças e adolescentes.

 

CRITÉRIOS PARA SER UM PADRINHO OU MADRINHA

Homens e mulheres maiores de 21

Ter disponibilidade de tempo, com possibilidade de estar com o afilhado ao menos duas vezes por mês

Disponibilidade afetiva para se relacionar e conviver com as crianças e adolescentes por um longo prazo

Residir na cidade de São Paulo

Apresentar documentação

Passar por uma formação e seleção

 

 
 

voluntariado apadrinhamento afetivo

Coordenação
Monica Vidiz
monica@fazendohistoria.org.br
11 3021 9889