Claudia Vidigal, presidente do Instituto Fazendo História, é finalista do Prêmio Visionaris 2016, promovido pela Ashoka e Banco UBS.

caludia-vidigal-premio-visionaris

O prêmio tem como objetivo reconhecer empreendedores sociais de destaque. Para o UBS, um empreendedor social é uma pessoa que possui visão, criatividade e determinação de um empreendedor comum, mas usa essas qualidades para projetar soluções que acabem ou minimizem problemas sociais complexos.

O tema do Visionaris deste ano é “Diversificando a captação, inovando na geração de receita". Na opinião do UBS, apenas as organizações sociais que projetam sistemas de financiamento criativo e diversificado podem assegurar um modelo sustentável de intervenção, como é o caso do Instituto Fazendo Instituto, um dos 4 finalistas.

Recebemos e compartilhamos a notícia com imensa alegria.

O Fazendo História entende que mobilizar recursos extrapola a questão financeira e considera seu recurso mais precioso os cerca de 700 voluntários que atuam diretamente com as crianças e adolescentes semanalmente.

Quanto valem essas relações de cuidado para quem está afastado de sua família?

Obrigada Ashoka, UBS, parceiros e voluntários, por reconhecer o valor se nosso trabalho.