Reiterando um de seus valores mais importantes, o de compartilhar conhecimento, o Fazendo História sistematizou e lançou o guia de implementação do Apadrinhamento Afetivo. Para garantir amplo acesso ao conhecimento organizado, foram realizados 10 seminários para equipes técnicas de 10 Varas de Infância e Juventude e  profissionais de todos os serviços de acolhimento da cidade. O objetivo foi esclarecer o conceito de apadrinhamento, sensibilizar, refletir sobre as ações bem sucedidas que já estão em andamento e instrumentalizar para o uso do kit de replicação da metodologia construído pelo Instituto. Foram mais de 400 participantes. Um sucesso total!  

"O programa de Apadrinhamento Afetivo é uma estratégia de trabalho para o fortalecimento da convivência familiar e comunitária de crianças e adolescentes em situação de acolhimento, com remotas chances de retorno familiar ou adoção.  A vivência de um vínculo individualizado e duradouro, a participação na vida comunitária, as experiências de convívio familiar e a ampliação do repertório social e cultural estão entre os benefícios esperados para cada criança ou adolescente participante".  Mônica Vidiz, coordenadora do programa de Apadrinhamento Afetivo